Você faz o quê gosta?

Durante uma descontraída conversa com uma empreendedora que trabalha durante a semana numa cidade e aos finais de semana vai para outra para ajudar o seu marido, noutro negócio, eu perguntei: Qual atividade é a mais rentável?Ela, sem mudar a fisionomia, respondeu que a mais rentável, a que mais compensa financeiramente é aquela que você faz com amor, aquela que lhe dá prazer.Em poucas palavras ela deu uma lição inesquecível! Não é a remuneração ou o status que vão lhe preencher, é a sua satisfação o que realmente importa.Talvez seja por isso que frequentemente encontramos com péssimos vendedores, com motoristas emburrados, com servidores  públicos de mau com a vida e por aí vai.Por outro lado é tão bom deparar com pessoas felizes, desenvolvendo com satisfação as suas atividades, independentemente de qual seja o seu mister. Profissionais alegres no desempenho de suas funções são o reflexo de pessoas que têm amor pelo que fazem e procuram fazer da melhor maneira possível.E, quando isso ocorre, a carga horária tem pouca importância, o chefe é sempre legal, o dia passa rápido e até o dinheiro rende mais pois as energias são boas; há simpatia, gentileza e gratidão!No fundo tenho certeza que aquela senhora tem razão. O dinheiro será abençoado quando você é leve e desempenha com satisfação a sua atividade, por mais simples que seja. Aliás, você sempre será doutor na sua tarefa se o amor estiver junto com você, todos os dias, em todas as circunstâncias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *